Gifs animados

     

Os riscos do uso indiscriminado de suplementos alimentares:1,2

Cuidado com propagandas milagrosas contidas em rótulos de suplementos. Frases como: “Pílula natural para emagrecimento”, “Quer perder peso agora?”, “Produto anticatabólico”, “Promove o ganho de massa muscular”, “Combate o envelhecimento da pele”... Essas mensagens deixam os consumidores,  principalmente os freqüentadores de academia, entusiasmados. O desejo é conseguirem rapidamente com corpo em forma, sem gorduras...como mostram as fotos acima (Prontinhos para curtir o verão ).

Esses produtos não cumprem o que prometem e podem fazer muito mal para quem os consome. Muitas fórmulas possuem até substâncias que não podem ser ingeridas sem acompanhamento e prescrição médica. Vários produtos não estão regularizados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e são comercializados ilegalmente sem nenhuma investigação de segurança. Alguns deles são importados: ser estrangeiro não garante que o mesmo tenha passado por controles de segurança, qualidade e eficácia mais rigorosos do que um produto nacional.

A ANVISA, está alertando os consumidores sobre o perigo de ingestão desses suplementos, pois, podem causar graves danos à saúde. Dentre eles estão: o Jack3D, o Oxy Elite Pro, o Lipo-6 Black, entre outros. O problema é que eles possuem ingredientes que não são seguros para o consumo como alimentos ou contêm substâncias com propriedades terapêuticas, que não podem ser consumidas sem acompanhamento médico. Os agravos à saúde humana podem englobar efeitos tóxicos, em especial no fígado, disfunções metabólicas, danos cardiovasculares, alterações do sistema nervoso e, em alguns casos, levar até a morte.

De acordo com o diretor da ANVISA, José Agenor Álvares, as substâncias proibidas podem ser estimulantes, hormônios ou outras consideradas como doping pela Agência Mundial Antidoping. O diretor também avisou que muitos desses suplementos alimentares não estão regularizados junto à Agência e são comercializados irregularmente no Brasil: são produtos fabricados a partir de ingredientes que não passaram por avaliação de segurança. Extratos vegetais e enzimas são outros ingredientes adicionados que não passam por avaliação de segurança da ANVISA e também podem causar malefícios aos consumidores.    

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), vários países têm identificado efeitos adversos associados ao consumo da substância dimethylamylamine (DMAA), presente em alguns suplementos. Esse ingrediente é um estimulante usado, principalmente, no auxílio ao emagrecimento, aumento do rendimento atlético e como droga de abuso. Ele tem efeitos estimulantes sobre o sistema nervoso central, pode causar dependência, além de insuficiência renal, falência do fígado e alterações cardíacas, e pode levar a morte. Não há estudo sobre dose segura dessa substância.

LEIA ATENTAMENTE AS DICAS DA ANVISA:2

Fique atento a alguns sinais na rotulagem e publicidade que podem auxiliá-lo a identificar produtos que não estão regularizados no Brasil:

- Promessas milagrosas e de ação rápida, como: “Perca 5 kg em 1 semana!”;

- Indicações de propriedades ou benefícios cosméticos, como redução de rugas, de celulite, melhora da pele etc.

- Indicações terapêuticas ou medicamentosas, como cura de doenças, tratamento de diabetes, artrites, emagrecimento, etc.

- Uso de imagens e ou expressões que façam referências a hormônios e outras substâncias farmacológicas;

- Produtos rotulados exclusivamente em língua estrangeira;

- Uso de fotos de pessoas hiper-musculosas ou que façam alusão à perda de peso;

- Uso de panfletos e folders para divulgar as alegações do produto, como estratégia para burlar a fiscalização;

- Comercializados em sites sem identificação da empresa fabricante, distribuidora, endereço, CNPJ ou serviço de atendimento ao consumidor. 

Cuidado! A busca por um corpo perfeito por meio de fórmulas mágicas e caminhos clandestinos já produziu muitas vítimas.

 

OBSERVAÇÃO: Não sou contra o uso de suplementos alimentares, desde que sejam realmente necessários (o que não é, na maioria dos casos). Quase sempre a alimentação supre o que o corpo precisa. A dieta deve ser balanceada sempre, para ter um bom e duradouro resultado!!! Não existem fórmulas mágicas e perder peso rápido não é saudável. Ganhar músculos rapidamente também não. O cardápio e suplementação devem ser prescritos por nutricionista (dieta planejada em consultório). Nunca siga dicas em revistas e dietas da moda. Cuidado com a internet. Preserve sua saúde, pois é o que você tem de mais precioso é a vida!

 

FONTES:

1 - ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Anvisa Alerta para risco de consumo de suplemento alimentar. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/anvisa+portal/anvisa/sala+de+imprensa/assunto+de+interesse/noticias/anvisa+alerta+para+risco+de+consumo+de+suplemento+alimentar

2 - ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Alerta aos consumidores: Fique atento com os “suplementos alimentares”! Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/3091b2804beca59091d0d9bc0f9d5b29/Alerta+aos+Consumidores_Suplementos_pos+Infosan.pdf?MOD=AJPERES