Gifs animados

Esta é a nova pirâmide alimentar adaptada à população brasileira1. É uma maneira prática para quem deseja ter uma alimentação saudável e equilibrada*!!!  Saiba mais:

Os alimentos foram distribuídos em oito grupos (Figura 1):

Pães, cereais, raízes e tubérculos (pães, farinhas, massas, bolos, biscoitos, cereais matinais, arroz, feculentos e tubérculos: 5 porções no mínimo a 9 no máximo);
 

Hortaliças (todas as verduras e legumes, com exceção das citadas no grupo anterior: 4 porções no mínimo, 5 no máximo);
 

Frutas (cítricas e não cítricas: 3 porções no mínimo, 5 no máximo);
 

Carnes (carne bovina e suína, aves, peixes, ovos, miúdos e vísceras: 1 porção no mínimo, 2 no máximo);
 

Leite (leites, queijos e iogurtes: 3 porções);
 

Leguminosas (feijão, soja, ervilha, grão de bico, fava, amendoim: 1 porção);
 

Óleos e gorduras (margarina/manteiga, óleo: 1 porção no mínimo, 2 no máximo);
 

Açúcares e doces (doces, mel e açúcares: 1 porção no mínimo, 2 no máximo)*.

*Frutas cítricas são frutas mais ácidas como a laranja e o limão; Outras, como a banana e o abacate são exemplos de frutas não cítricas.

Observações Importantes: O tamanho e o número de porções vai depender de cada paciente. Ou seja, varia de acordo com: o total de calorias que ele vai ingerir, a situação de saúde, o objetivo do cardápio etc. Exemplos: 1 pão francês pode significar 1 porção para uma pessoa e 2 porções para outra. Um paciente pode consumir 5 frutas e o outro só 3. Enfim, a pirâmide dá apenas uma base dos alimentos que devem ser consumidos em menor (como as gorduras) ou maior quantidade (como as verduras). Por isso, o nutricionista deve ser consultado, a fim de calcular o tamanho e o número de porções de cada grupo a serem consumidas pelo paciente.
Essa pirâmide é uma base para alimentação correta. Porém, existem pacientes que não podem ou não devem consumir doces. Ex: Diabéticos. Outras não podem outros tipos de alimentos, como o trigo, para quem tem doença celíaca (intolerância ao glúten); O cardápio deve ser baseado na pirâmide, porém deve ser adequado ao paciente, excluindo itens que não fazem bem ao mesmo. 

*DOCES: A verdade é que não precisamos ingerir o açúcar branco. Ele não é indispensável na alimentação e é considerado uma caloria vazia (não fornece nutrientes importantes, só energia). Até podemos consumir uma porção de doce como sobremesa! Porém, para quem quer emagrecer, é melhor evitar, pois o açúcar branco atrapalha o gasto calórico (a pessoa gasta menos energia)2.

Fonte:

1 - PHILIPPI, Sonia Tucunduva; LATTERZA, Andrea Romero; CRUZ, Ana Teresa Rodrigues e RIBEIRO, Luciana Cisotto. Pirâmide alimentar adaptada: guia para escolha dos alimentos. Rev. Nutr. [online]. 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52731999000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

2 - Mourão, DM; Monteiro JBR, Hermsdorff HHM, et al. Alimentos Modificados e suas implicações no metabolismo energético. Rev Nutr. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-52732005000100002&script=sci_arttext