Gifs animados

Aterosclerose:*

O QUE É? A aterosclerose é a formação de placas de gordura (ateroma), cálcio e outros elementos na parede das artérias do coração e suas ramificações de forma difusa ou localizada. As artérias ficam estreitas e endurecidas pelo acúmulo de gordura em suas paredes. Essa complicação é a causa de várias doenças cardiovasculares, como infarto, morte súbita e acidentes vasculares cerebrais (AVC).

COMO OCORRE? O consumo exagerado de alimentos industrializados, bebidas alcoólicas e cigarro, a falta de atividades físicas e o excesso de peso modificam o LDL (colesterol ruim); esse colesterol agride os vasos sanguíneos e gradativamente leva ao entupimento das artérias. Com o passar dos anos, o diâmetro dos vasos diminui, podendo até ter obstrução completa, impedido o fluxo de sangue na região. Assim, o coração recebe menos oxigênio e nutrientes e suas funções f    icam comprometidas.   

O que pode causar esse problema? (Fatores de risco)

Ocorre por vários fatores. Entre eles estão:

Hereditariedade (raramente)

Tabagismo

Pressão alta

Diabetes

Colesterol Elevado

Sedentarismo

Obesidade

Uso exagerado de bebidas alcoólicas

Alimentos industrializados

 Sintomas e Diagnóstico:

Os sintomas mais frequentes são: dores no peito (peso, aperto, queimação ou até pontadas), falta de ar, sudorese, palpitações refletindo arritmias e fadiga.

A aterosclerose é muito perigosa, pois, várias vezes não da sintomas. A descoberta geralmente ocorre quando ocorre obstrução completa de uma artéria e a pessoa precisa ser atendida imediatamente. São as situações de infarto, derrames e até morte súbita.   

Diagnóstico: Se não tiver histórico familiar de doença e nenhum risco conhecido, recomenda-se fazer avaliações periódicas de colesterol a partir dos 35 anos, para detectar a doença precocemente. Para os que possuem histórico de doenças cardiovasculares na família,o ideal é o acompanhamento desde a adolescência. A partir A partir dos 20 anos, a medição deve ser de cinco em cinco anos, reduzindo para uma frequência anual a partir dos 35 anos.

O diagnóstico e acompanhamento são realizados através de um exame de sangue, que avalia as taxas de colesterol total, do HDL e do LDL.

Tratamento da aterosclerose:

A forma mais indicada de tratar a doença é retirar as placas de gordura e curar as lesões que ficam no local. A retirada pode ser feita por métodos invasivos, como o cateterismo e a angioplastia. Também são usados medicamentos. Adotar hábitos saudáveis também é fundamental para o controle da doença.

Prevenção:

A melhor forma de prevenir esta e demais doenças cardiovasculares, é ter uma rotina saudável de vida, incluindo exercícios físicos regulares, alimentação balanceada e com baixo consumo de gordura e sal; Também é preciso controlar fatores de risco como obesidade, diabetes, hipertensão e colesterol e evitar o excesso de bebida alcoólica e cigarro.     

 

Fonte:

1 - KNOBEL, Dr. Marcos.  Aterosclerose. Hospital Albert Einstein. Disponível em: http://www.einstein.br/einstein-saude/doencas/Paginas/tudo-sobre-aterosclerose.aspx