Gifs animados

Alimentação Colorida:1,2

É essencial que o nosso prato seja bem colorido (COMER COM OS OLHOS), pois, as cores encontradas nos alimentos, pois, eles possuem várias funções para saúde. Cada cor tem uma atuação diferente, por isso é tão importante ter várias cores na alimentação. Portanto, varie bastante, para conseguir maior quantidade de nutrientes como as proteínas, vitaminas e minerais.

As cores dos vegetais trazem diferentes pigmentos importantes para a saúde. Os alimentos podem ser divididos em 6 grupos

verde amarelo/laranja marrom vermelho
  preto ou roxo branco  

Alguns podem ter mais de uma cor: ex: a casca da maçã é vermelha ou verde, a parte externa do rabanete é avermelhada...

 

Alimentos e suas cores. Saiba quais as funções de cada cor!

Verde: Abacate, abobrinha, acelga, alface, quiabo, repolho, salsa, agrião, pimentão verde, brócolis, chicória, vagem, couve, kiwi, ervilha, espinafre, limão, pepino, manjericão.

Amarelo/Laranja: Abacaxi, abóbora, caju, carambola, damasco, cenoura, laranja, mamão, manga, maracujá, melão, milho, nêspera, pêssego, pimentão amarelo, tangerina.

Marrom: Amêndoas, amendoim, arroz integral, aveia integral, avelã, canela, castanha, centeio, grão-de-bico, feijão, lentilha, nozes, pão integral, soja, tamarindo, trigo.

Vermelho: Acerola, Caqui, cereja, framboesa, goiaba, melancia, morango, ciriguela, pimentão vermelho, pitanga, romã, tomate, pimenta, uva vermelha.

Preto ou Roxo: Beterraba, Alcachofra, Almeirão roxo, ameixa preta, amora, berinjela, feijão preto, figo, jabuticaba, uva roxa, repolho roxo.

Branco: Alho, aspargo, cará, banana, batata inglesa, cebola, chuchu, cogumelo, couve-flor, feijão branco, maçã, mandioca, nabo, palmito, pêra, rabanete, batata baroa.

 

O que cada cor faz no organismo:

Verde: O pigmento que define a cor deste grupo de alimentos é a clorofila, considerada um potente energético celular. Segundo a medicina chinesa, comer folhas verdes aumenta a oxigenação das células e melhora o metabolismo da energia. Outro efeito da clorofila é potencializar alguns nutrientes encontrados nos vegetais, como a vitamina C. Alimentos verdes promovem o crescimento, ajudam na coagulação do sangue, evitam a fadiga mental, ajudam na produção de glóbulos vermelhos do sangue, fortalecem ossos e dentes; são ricos em cálcio, fósforo e ferro.

Amarelo/laranja: O tom alaranjado vem do betacaroteno ou pró-vitamina A. É um pigmento fundamental para a manutenção dos tecidos e dos cabelos. O betacaroteno também beneficia a visão noturna e atua no metabolismo das gorduras. Bom para o coração, para os olhos e para o sistema imunológico (de defesa). Os alimentos amarelos são ricos em vitamina C, que participa da produção do colágeno e tem ação antioxidante contra os radicais livres (estes danificam as células).

Marrom: Ricos em fibras, os alimentos de cor marrom regulam o funcionamento do intestino, prevenindo problemas que vão desde a prisão de ventre até o câncer.Também ajudam a controlar o colesterol e o diabetes e melhoram a flora intestinal. As sementes oleaginosas, incluídas neste grupo, são excelentes fontes do mineral selênio e de vitamina E. Elas têm efeito antioxidante, vasodilatador, anticoagulante e contra a fadiga.

Vermelho: O vermelho é conseqüência do licopeno, pigmento com ação semelhante ao betacaroteno. Normalmente aparece associado à vitamina C, formando uma dupla com efeito antioxidante que, entre outros benefícios, colabora na prevenção do câncer e do estresse. É bom para o coração e para a memória. Alimentos dessa cor fortalecem os olhos e a pele.

Preto ou Roxo: Alimentos nas tonalidades roxa, preta ou azulada contêm antocianina, um tipo de pigmento ligado à presença da vitamina B1. E é justamente a vitamina B1 o elemento essencial para a transformação dos carboidratos e outros nutrientes em energia. Também são ricos em vit. B3, vitamina C, potássio e outros minerais. Mantém a saúde da pele, nervos, rins e aparelho digestivo e retardam o envelhecimento. Grande parte dos alimentos deste grupo possuem ainda um poderoso antioxidante que previne doenças cardíacas.

Branco: A cor branca é dada pelo pigmento flavina (tipo de flavonóide). A presença dessa substância indica alimentos ricos em minerais, carboidratos, vitamina B6 e outros nutrientes. Tudo isso favorece a renovação celular e protege o sistema imunológico,melhorando as defesas orgânicas. Alimentos dessa cor melhoram a produção de energia, o funcionamento do sistema nervoso e inibem o surgimento de coágulos na circulação.

Quando for montar o seu prato, procure fazer um prato bem colorido, harmonioso e alegre; afinal as cores por si só trazem alegria e influenciam nosso estado de espírito. Perceba como é diferente uma refeição branca e marrom (arroz, feijão e carne) e outra branca, marrom, verde, laranja, vermelha (arroz, feijão, carne, rúcula, cenoura e tomate). Além de agradar aos olhos faz um bem danado para a saúde.

 

FONTES:

1 - JOB, Heloisa da Gama Cerqueira. Serviço de Nutrição/CAISM. Comer Melhor. Jornal de Notícias, Agosto de 2004. Disponível em:  http://www.caism.unicamp.br/imprensa/PDF/2004/ago2004.pdf

2 - OLICHON, Prof. Dra. Brigitte. Cores para uma alimentação Saudável. Revista Nutrição em Pauta. Disponível em: http://www.nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=1327