Gifs animados

Água: Sinônimo de Saúde!!!1

A água é uma molécula formada por 2 átomos de hidrogênio e 1 de oxigênio. Ela é a única substância no planeta que pode ser encontrada em abundância nos 3 estados físicos: líquido, sólido e gasoso. É um nutriente fundamental para a vida, já que é imprescindível para que ocorra todos os processos metabólicos e reações químicas do organismo. A água faz parte da composição do nosso corpo e desempenha diversas e importantes funções. Existem várias fontes de água e também, a quantidade correta de ingestão da mesma. O excesso não faz bem. Aliás, qualquer nutriente deve ser ingerido de forma moderada e balanceada!

COMPOSIÇÃO CORPORAL:

No organismo humano de uma adulto saudável cerca de 60% do peso corporal é constituído por água. A quantidade de água no corpo varia de acordo com muitos fatores, como: idade (adultos, crianças...), sexo (homens, mulheres), composição corporal (quantidade de músculos e gordura). Outras situações relacionadas à variação da quantidade de água são: gestação e lactação, crescimento e envelhecimento.

A gordura do corpo tem apenas de 10 a 40% de água, enquanto que na massa magra, a porcentagem é bem maior (de 70 a 75%). Pessoas idosas tem massa magra reduzida, possuindo assim, menos água corporal total. Atletas e indivíduos do sexo masculino tem mais água no corpo quando comparados a mulheres e pessoas sedentárias.

Porcentagem de água em diferentes tecidos: Sangue: 83%; Cérebro: 75%, Osso: 22%; Tecido adiposo (gordura): 10%

FUNÇÕES:

- Solvente Universal: É o solvente onde as substâncias necessárias à célula se dissolvem ou ficam suspensas. Isso facilita a eliminação de toxinas pela urina.

- Componente estrutural: dá forma às células, faz parte da membrana das mesmas e participa da manutenção da estrutura corpórea.

- Termorreguladora: Ao ser eliminada a água ajuda na regulação da temperatura do corpo. A água pode ser excretada pelos pulmões durante a expiração do ar; através da pele (vapor de água e suor), nas fezes e na urina.

- Transportadora: Ela transporta todas as substâncias no corpo (nutrientes, toxinas, resíduos metabólicos).

- Participa de forma essencial nos processos fisiológicos de digestão (absorção e excreção de resíduos metabólicos, substâncias nocivas e/ou em excesso).

- Componente sanguíneo: A água é um componente do sangue que ajuda na manutenção adequada do volume sanguíneo e desempenha importante papel na formação do sistema circulatório e da função cardiovascular.

- Lubrificante e fluidificadora: A água forma fluidos para lubrificar articulações, mucosas digestórias, geniturinárias e serosas de vísceras e fluidifica secreções gástricas, intestinais, pancreáticas e hepático-biliares.

FONTES:

Existem várias fontes de água para o organismo, que podem ser endógenas (água produzida dentro do corpo por processos metabólicos) e exógenas (através da ingestão de alimentos, líquidos e de água pura).

Quanto aos alimentos, as frutas e hortaliças contém até 95% de água, as carnes, de 50 a 81% e os ovos, de 70 a 75%.

Outras porcentagens de água em alimentos: Sucos de frutas: 85 a 87%; Pães: 24 a 35%; Arroz: 10 a 12%; Leite: 85 a 90%.

Quantidade de água recomendada por dia, de acordo com o peso:

Para adultos: 35 mL/Kg;

Para crianças: 50 a 60 mL/Kg;

Para bebês (lactentes): 150 mL/Kg.

IMPORTANTE: Na verdade, essa quantidade refere-se a líquidos e não apenas a água. O excesso de água também faz mal. Frutas, sucos e outros líquidos também contam, mas devem ser evitados refrigerantes, café e chás ricos em cafeína (fazem o corpo perder líquidos e minerais). Outro porém a se levar em conta: Cada um precisa de uma quantidade diferente de líquido (Ex: pessoas sedentárias precisam de menos quantidade do que atletas, que perdem muito líquido pelo suor). Se sentir sede, isso significa que você está desidratando. Portanto, fique de olho nesse sintoma. A desidratação é perigosa e se for grave pode até matar, pois, a maior parte da composição corporal é de água.

 

Fonte:

1 - SILVA, Sandra Maria Chemin Seabra da; MURA, Joana D'arc Pereira. Tratado de Alimentação, Nutrição & Dietoterapia, 2.ed. São Paulo: Editora Roca, 2010.